5 músicas pra conhecer Taylor Swift

A Taylor-Taylor, não a mídia-Taylor.

Você pode detestá-la. Achar que ela é a pior pessoa que já passou pela terra. Mas definitivamente, você sabe quem ela é. Taylor Swift iniciou no mundo da música country (o que rendeu seu primeiro Grammy de álbum do ano) e que recentemente deu uma guinada, fazendo a transição para a música pop (muito bem efetuada, thank u very much). E, como toda artista pop, está constantemente envolvida em controvérsias e brigas (aliás, vem ver eu texto a respeito do machismo dos gays quando se fala sobre música pop!) e por isso, ela se afastou da mídia por um longo ano enquanto trabalhava na produção de seu novo cd, ironicamente chamado de “reputation” – que lança agora, dia 10 de novembro.

Eu sou um Swiftie confesso desde o lançamento de “Speak Now”, o cd que trouxe mais visibilidade para a cantora pois foi composto 100% pela mesma, que também co-produziu todas as músicas. E, como um bom fã, venho trazer não a visão que a mídia construiu dela – a de uma jovem mimada que é uma amante cruel e que gosta de namorar por um simples esporte – mas de alguém que se expressa da forma que aprendeu ser a melhor: através da música.

Tentei deixar de fora os singles e as músicas mais famosas fora do fandom, afinal: esse é um artigo para conhecer mais sobre a artista. Confira a lista abaixo.

“The Best Day” e sua relação com sua mãe

Quem é fã sabe como Andrea Swift é importante na vida da cantora. A mulher, que faz parte da equipe que gerencia toda a carreira de Taylor e é conhecida por possivelmente ter barrado a possível tour da cantora pelo Brasil teve participação ativa na infância da filha, que em sua homenagem compôs “The Best Day” onde fala sobre os problemas de aceitação social que sofreu na infância – e como a mãe a auxiliou nessa fase difícil da vida.

“Don’t know how long it’s gonna take to feel okay/ But I know I had the best day with you today”


“All Too Well” e sua composição

Nesse ano, a Rolling Stones rankeou todas as 115 músicas lançadas por Taylor até o momento, e posso ter discordado de grande parte da lista, mas é inegável que “All Too Well” tem a posição que merece. Sendo uma das músicas que mais demorou para ser composta, ela mostra a capacidade de Taylor contar uma história, desde o momento em que o romance se inicia passando por um término inevitável e o pós-namoro doloroso, que por si só justifica todos os prêmios de composição que ela já ganhou em sua carreira.

“Time won’t fly, it’s like I’m paralyzed by it/I’d like to be my old self again, but I’m still trying to find it “


“Innocent” e sua feud com Kanye West

“Look What You Made Me Do” é a diss track que obviamente foi escrita para a mídia mas com uma ponta de shade para Kanye West e sua esposa, Kim Kardashian; mas essa não foi a primeira vez que Taylor se pronunciou sobre sua treta mais famosa. Em 2010 ela já havia lançado uma música à respeito da briga iniciada em 2009 com Innocent, em que temos uma visão mais calma sobre alguém que perdoa seu agressor. Sim, o clipe de LWYMMD é um dos melhores vídeos que eu já vi em toda minha vida, mas é difícil não dizer que seria melhor se essa narrativa tivesse sido encerrada com Innocent.

“It’s alright, just wait and see your string of lights is still bright to me/ Oh, who you are is not where you’ve been, you’re still an innocent.”


“Long Live” & a jornada.

Por incrível que pareça, Taylor Swift possui uma relação muito boa com sua equipe, exceto algumas vezes em que alguns dançarinos caem fora no meio de uma turnê rs. Na 1989 tour ela fala sobre o fato de alguns de seus músicos acompanharem toda sua jornada, desde o desconhecido “Taylor Swift” até o estouro “1989”. E a música é um hino em que ela comemora sua jornada e, em uma livre interpretação, pode se atribuir às pessoas que a ajudaram a chegar até ali: seus músicos e seus fãs.

And the cynics were outraged screaming “This is absurd”/ ‘Cause for a moment a band of thieves in ripped up jeans got to rule the world


“New Romantics” e como se divertir

“New Romantics” é a prova concreta de que Taylor sabe como fazer música pop – se os 6 singles da sua última era não te convenceram, talvez essa daqui te convença. Apesar de ter ganhado um clipe de tour – e só Deus sabe o quanto eu odeio o disperdício que é divulgar uma música com cenas do show – New Romantics tem uma das letras mais divertidas e contagiantes que a Taylor já escreveu.

We’re so young but we’re on the road to ruin/ We play dumb but we know exactly what we’re doin’


E aí, você acha que faltou alguma música na seleção? Compartilha com a gente nos comentários!

Alexandre

Tem muito a dizer, na maior parte do tempo.